21 de setembro de 2013

Sobre Meninos e Lobos (2003)

Clint Eastwood é conhecido pela mão firme com que dirige seus dramas e pela primazia na composição de suas trilhas. Em Sobre Meninos e Lobos (Mystic River, 2003) não é diferente, a história nos envolve de forma comovente com traços reais e intimistas que são realçados pelas canções de andamento calmo e introspectivo. Os atores foram levados por Eastwood a uma autoflagelação artística que tem como resultado uma película casual e amistosa que se torna agressiva e amarga com o desenrolar dos fatos.
Sobre Meninos e Lobos segue a tônica dos maiores dramas do diretor, baseado no livro Mystic River de Dennis Delahe, publicado em 2001 e adaptado para o cinema por Brian Helgeland. O roteiro narra a história de três crianças que tiveram o destino modificado por um acontecimento trágico e misterioso, este fato virá a tona com brutalidade em suas vidas adultas após outra tragédia e mais uma vez seus caminhos irão se cruzar e jamais serão os mesmos. Eastwood toca na emoção como se fosse uma cítara e encontra a ira oculta adormecida por nosso senso moral, mas o som da cítara não a acalma e seu despertar faz com que o próprio destino seja mudado em prol de sua vingança.


A exemplo de Sleepers, drama de Barry Levinson, um grupo de crianças têm sua inocência abalada e destruída, prato predileto para a vingança. Curiosamente Kevin Bacon esteve presente nos dois filmes. Aqui ele interpreta Sean Devine, uma das crianças em sua fase adulta. Sean Penn vive Jimmy Markun e Tim Robbins é Dave Boyle. A eles se junta Laurence Fishburne como o sargento Whitey Powers que investiga um assassinato que juntará os três novamente e mudará suas vidas mais uma vez. No elenco ainda estão Marcia Gay Harden, Laura Linney e Emmy Rossum.


Mystic River é um lago próximo à vizinhança em que eles cresceram e ganhará força ao fim do filme justificando seu título, a versão brasileira Sobre Meninos e Lobos soa um tanto quanto deslocada e tem um sentido mais introspectivo. O filme foi indicado a seis Oscar incluindo melhor filme, diretor e roteiro adaptado. Venceu com os atores Sean Penn e Tim Robbins, melhor ator e coadjuvante respectivamente. Suas atuações foram assustadoramente convincentes. Penn com a mesma vitalidade e energia de sempre e Robbins com seu ar calmo com tons de desequilíbrio emocional. Também venceram o Globo de Ouro. Com 6 indicações ao Oscar e 5 ao Globo de Ouro Eastwood veio a brilhar no júri mais exigente do cinema, em Cannes recebeu o prêmio de melhor diretor além de ter seu filme concorrendo à Palma de Ouro, vencida por Elefante de Gus Van Sant.

Explorando a infância e inocência perdidas Sobre Meninos e Lobos mostra de forma dramática como fatos aparentemente simples e sem importância podem refletir nosso destino anos a fio, como cicatrizes psicológicas e no fim somos apenas crianças de 11 anos presos em um porão imaginando como seria nossa vida se escapássemos.


Confira o Trailer:


Que o cinema esteja com você!