25 de fevereiro de 2013

Oscar 2013 – Vencedores


O Oscar 2013 teve sua 85ª cerimônia ontem, 24 de fevereiro, com a apresentação de Seth MacFarlane consagrou Argo como melhor filme e As Aventuras de Pi como maior vencedor, levando quatro estatuetas, entre elas a de melhor diretor para Ang Lee. O prêmio de melhor ator ficou com o favorito Daniel Day-Lewis por Lincoln e Jennifer Lawrence, aos 22 anos, ficou com o prêmio de melhor atriz por O Lado Bom da Vida. A surpresa foi a presença de Michele Obama para anunciar o prêmio de melhor filme direto da Casa Branca.

Argo que até alguns dias atrás não era o favorito ganhou todos os prêmios prévios ao Oscar, incluindo Globo de Ouro e Bafta, a tendência se seguiu e o longa produzido e dirigido por Bem Affleck, juntamente com Grent Heslov e George Clooney. Em seu discurso Affleck disse que há quinze anos quando recebeu seu primeiro Oscar por melhor roteiro original por Gênio Indomável, com seu amigo Matt Damon, ele não sabia o que fazia, elogiou Spielberg e agradeceu sua esposa. Prêmio justo, principalmente pela Academia tê-lo esnobado para o prêmio de melhor diretor.

Argo - Melhor Filme
Melhor Filme
"Indomável sonhadora"
"O lado bom da vida"
"A hora mais escura"
"Lincoln"
"Os Miseráveis"
"As aventuras de Pi"
"Amour"
"Django livre"
"Argo" - Vencedor



O prêmio de melhor diretor foi um tanto quanto surpreendente, com a ausência de Affleck, que havia recebido quase todos os prêmios prévios ao Oscar, as tendências apontavam para Steven Spielberg, no entanto, Ang Lee roubou a cena com seu belíssimo trabalho em As Aventuras de Pi. Lee já havia vencido por melhor diretor em O Segredo de Brokeback Mountain (2005) e levou a estatueta de melhor filme estrangeiro por O Tigre e o Dragão (2001).

Ang Lee - Melhor Diretor
Melhor Diretor
Michael Haneke ("Amour")
Benh Zeitlin ("Indomável sonhadora")
Ang Lee ("As aventuras de Pi") - Vencedor
Steven Spielberg ("Lincoln")

David O. Russell ("O lado bom da vida")


O Prêmio de melhor ator seguiu as tendências e ficou mesmo com Daniel Day-Lewis que interpretou Lincoln no filme homônimo de forma primorosa. Foi a quinta indicação do britânico e a terceira estatueta de ator principal, um novo recorde, o único ator que possuía três era Jack Nicholson, no entanto, uma delas era de coadjuvante. Day-Lewis venceu seu primeiro Oscar por Meu pé Esquerdo (1990) e o segundo veio por seu papel em Sangue Negro (2008).

Daniel Day-Lewis - Melhor Ator
Melhor Ator
Daniel Day-Lewis ("Lincoln") - Vencedor
Denzel Washington ("Voo")
Hugh Jackman ("Os miseráveis")
Bradley Cooper ("O lado bom da vida")

Joaquin Phoenix ("O mestre")

O prêmio de melhor atriz também era esperado, Jennifer Lawrence com apenas 22 anos levou sua primeira estatueta de atriz principal por seu papel em O Lado Bom da Vida. Esse prêmio deveria ser de Emmanuelle Riva e confesso que fiquei esperando que Jennifer a chamasse ao palco para entregá-lo a ela. O papel de Lawrence foi bem desempenhado, mas era demasiado cedo para tal premiação. A gafe da noite também veio desse prêmio, a atriz do filme de David O. Russel tropeçou na escada protagonizando um festival de flashes fotográficos.


Jennifer Lawrence - Melhor Atriz

Melhor Atriz
Naomi Watts ("O impossível")
Jessica Chastain ("A hora mais escura")
Jennifer Lawrence ("O lado bom da vida") - Vencedora

Emmanuelle Riva ("Amour")
Quvenzhané Wallis ("Indomável sonhadora")

O prêmio de melhor ator coadjuvante, o primeiro a ser entregue na noite do Oscar, teve um gosto especial para as fãs de Quentin Tarantino, pela segunda vez na carreira Chistoph Waltz foi agraciado pela estatueta, nas duas ocasiões foi dirigido por Tarantino, com Bastardos Inglórios (2009) e agora por Django Livre. Este prêmio estava bastante indefinido, todos tinham chances. O favorito era Tommy Lee Jones, mas esse favoritismo ficou dividido com Waltz, que merecidamente ganhou sua segunda estatueta. No agradecimento a Tarantino utilizou uma das falas de seu personagem para exaltar o diretor.


Christoph Waltz - Melhor Ator Coadjuvante
Melhor Ator coadjuvante
Christoph Waltz ("Django livre") - Vencedor
Philip Seymour-Hoffman ("O mestre")
Robert De Niro ("O lado bom da vida")
Tommy Lee Jones ("Lincoln")
Alan Arkin ("Argo")


Mais uma categoria sem surpresas. Anne Hathaway era a grande favorita ao prêmio por interpretar Fantine na adaptação para o cinema do musical Os Miseráveis. Esta foi a segunda indicação de Anne que interpretará Catarina na nova adaptação da obra de William Shakespeare, A Megera Domada, com estreia prevista para 2014. Curiosamente seu nome é uma homenagem de seus pais à esposa do próprio Shakespeare.


Anne Hathaway - Melhor Atriz Coadjuvante
Melhor Atriz coadjuvante
Sally Field ("Lincoln")
Anne Hathaway ("Os miseráveis") - Vencedora
Jacki Weaver ("O lado bom da vida")
Helen Hunt ("The sessions")
Amy Adams ("O mestre")


O melhor filme estrangeiro também ocorreu sem surpresas. Após ganhar quase tudo, da mesma forma que Argo, o drama austríaco Amour ficou com a estatueta de melhor filme estrangeiro. Só o fato de ter sido indicado na categoria principal já indicava a vitória do filme do realizador Michael Haneke.


Amour - Melhor Filme Estrangeiro
Melhor Filme estrangeiro
"Amour" (Áustria) - Vencedor
"No" (Chile)
"War witch" (Canadá)
"O amante da rainha" (Dinamarca)
"Kon-tiki" (Noruega)


Confesso que o prêmio mais esperado por mim, além de melhor filme, era o de melhor roteiro original. Além da paixão por cinema cultivo com laços estreitos uma admiração pelas letras. Acho o roteiro a parte mais importante do filme juntamente com a direção e quando ambas são feitas pela mesma pessoa é possível absorver a visão genial do realizador como um todo. Junte-se a isso tudo a paixão por Quentin Tarantino e teremos um prêmio extremamente aguardado. Dei um pulo quando Charlize Theron pronunciou o nome do diretor e roteirista de Django Livre. Foi a segunda estatueta de Tarantino por melhor roteiro, a primeira veio por Pulp Fiction (1994). A Academia, no entanto, permanece na dívida com ele que ainda não recebeu a mais alta distinção por seu trabalho como diretor tampouco com o prêmio de melhor filme.


Quentin Tarantino - Melhor Roteiro Original
Melhor Roteiro original
Michael Haneke ("Amour")
Quentin Tarantino ("Django livre") - Vencedor
John Gatins ("Voo")
Wes Anderson e Roman Coppola ("Moonrise kingdom")
Mark Boal ("A hora mais escura")


Chris Terrio conquistou o prêmio de melhor roteiro adaptado, baseado no livro Master of Disguise: My Secret Life in the CIA escrito por Tony Mendez, ex-agente da CIA e protagonista de Argo, interpretado por Ben Affleck. Foi a primeira indicação de Terrio que também ganhou o BAFTA e o Globo de Ouro deste ano.


Chris Terrio - Melhor Roteiro Adaptado
Melhor Roteiro adaptado
Chris Terrio ("Argo") - Vencedor
Lucy Alibar e Benh Zeitlin ("Indomável sonhadora")
David Magee ("As aventuras de Pi")
Tony Kushner ("Lincoln")
David O. Russell ("O lado bom da vida")


Não canso de dizer que sou um grande admirador da Pixar, mas que neste ano a criatividade de seus filmes de animação deixou um pouco a desejar. Meu favorito era Detona Ralph da Disney que permanece na fila por um Oscar de animação. Pela primeira na história desse prêmio ele foi recebido por uma mulher Brenda Chapman que recebeu o prêmio juntamente com Mark Andrews.


Valente - Melhor Animação
Melhor Animação
"Valente" - Vencedor
"Frankenweenie"
"ParaNorman"
"Piratas pirados!"
"Detona Ralph"


Melhor Documentário em longa-metragem
"5 brokencameras"
"The gatekeepers"
"Howtosurvive a plague"
"The invisiblewar"
"Searching for a sugar man" - Vencedor


Melhor Documentário em curta-metragem
"Inocente" - Vencedor
"Kings point"
"Mondaysat Racine"
"Open heart"
"Redemption"


O prêmio de melhor fotografia veio para a América do Sul, o chileno Claudio Miranda levou a estatueta pelo belo trabalho em As Aventuras de Pi. Constante colaborador de David Fincher recebeu sua primeira indicação por O Curioso Caso de Benjamin Button (2008).


Claudio Miranda - Melhor Fotografia
Melhor Fotografia
"Anna Karenina"
"Django livre"
"As aventuras de Pi" - Vencedor
"Lincoln"
"007 – Operação Skyfall"


O prêmio de melhor edição reservou uma curiosidade, houve empate entre A Hora Mais Escura e 007 - Operação Skyfall. Foi apenas a sexta vez que isso ocorreu na Cerimônia do Oscar.


William Goldenberg (Argo) - Melhor Montagem
Melhor Edição de som
"Argo"
"Django livre"
"As aventuras de Pi"
"A hora mais escura" - Vencedor
"007 – Operação Skyfall" - Vencedor


Melhor Montagem
"Argo" - Vencedor
"A vida de Pi"
"Lincoln"
"A hora mais escura"
"O lado bom da vida"


Melhor Trilha sonora original
Dario Marianelli ("Anna Karenina")
Alexandre Desplat ("Argo")
Mychael Danna ("As aventuras de Pi") - Vencedor
John Williams ("Lincoln")
Thomas Newman ("007 – Operação Skyfall")



Melhor Canção original
"Before my time", de "Chasing ice" – J. Ralph (música e letra)
"Everybodyneeds a best friend", de "Ted" – Walter Murphy (música) e Seth MacFarlane (letra)
"Pi'slullaby", de "As aventuras de Pi" – MychaelDanna (música) e BombayJayashri (letra)
"Skyfall", de "007 - Operação Skyfall"Adele (música e letra) - Vencedora
"Suddenly", de "Os miseráveis" – Claude-Michel Schönberg (música), Herbert Kretzmer (letra) e Alain Boublil (letra)



Tigre que rendeu o prêmio de Efeitos Visuais
Melhor Efeitos visuais
"O hobbit: Uma jornada inesperada"
"As aventuras de Pi" - Vencedor
"Os vingadores"
"Prometheus"
"Branca de Neve e o caçador"


Melhor Mixagem de som
"Argo"
"Os miseráveis" - Vencedor
"As aventuras de Pi"
"Lincoln"
"007 – Operação Skyfall"



Paperman - Melhor Curta de Animação
Melhor curta-metragem
"Asad"
"Buzkashi boys"
"Curfew" - Vencedor
"Death of a shadow (doos van eenschaduw)"
"Henry"


Melhor Curta-metragem de animação
"Adam anddog"
"Freshguacamole"
"Head over heels"
"Maggie Simpson in 'The LongestDaycare'"
"Paperman" - Vencedor



Anna Karenina - Melhor Figurino
Melhor Figurino
"Anna Karenina" - Vencedor
"Os miseráveis"
"Lincoln"
"Espelho, espelho meu"
"Branca de Neve e o caçador"


Melhor Design de produção
"Anna Karenina"
"O hobbit: Uma jornada inesperada"
"Os miseráveis"
"As aventuras de Pi"
"Lincoln" - Vencedor



Os Miseráveis - Melhor Maquiagem e Cabelo
Melhor Maquiagem e cabelo
"Hitchcock"
"Os miseráveis" - Vencedor
"O hobbit: Uma jornada inesperada"


O Oscar 2013 mau acabou e já sentimos um gosto de quero mais. Agora é assistir as novas produções e aguardar pelo Oscar de 2014.

Que o cinema esteja com você!